Qualifarma
Pesquisar
Close this search box.

Hidratação no verão: como manter e por que é tão importante?

Com a chegada dos dias ensolarados, é comum buscarmos alternativas para manter a hidratação no verão, para a correta manutenção da saúde. Mas você sabia que a hidratação da pele requer mais do que apenas cremes específicos para essa finalidade? O que consumimos também é de extrema importância e reflete por fora.

A busca por uma qualidade de vida vem aumentando consideravelmente nos últimos anos. Isso porque vimos o quanto é importante focar em ações saudáveis na intenção de manter o bem-estar e a disposição. É por isso que se faz necessário ter uma rotina de cuidados diários, e a alimentação é um dos principais pontos a serem observados.

Chegar à longevidade requer esforços e cuidados diários. Por isso, se você deseja alcançar tal objetivo, continue conosco e siga as dicas para manter a hidratação no verão e preservar a sua saúde.

A importância da proteção e hidratação no verão

A hidratação no verão pode se tornar um desafio, principalmente porque a estação de alta incidência solar e temperaturas muito altas provoca uma perda maior de água no corpo por meio do suor. Dessa forma, o nosso organismo demanda um maior consumo de líquidos. Quando isso não ocorre, diversos problemas podem acontecer e até chegar a um quadro de desidratação.

Contudo, a hidratação no verão vai mais adiante ao uso de cremes e consumo de água, já que a alimentação é outro fator que faz toda a diferença. Por isso, procure um nutricionista e invista em uma dieta balanceada, com frutas ricas em água, como melancia, maçã e melão. Além disso, saladas verdes e legumes são bem-vindos, por exemplo, pepino, abobrinha e tomate.

Manter a hidratação adequada durante essa estação é essencial para preservar a saúde e o bem-estar. Abaixo, destacamos três razões fundamentais para priorizar a hidratação nos dias mais quentes.

Regulação da temperatura corporal

O aumento das temperaturas no verão leva a um aumento significativo na transpiração, uma resposta natural do corpo para dissipar o calor.

Através da sudorese, perdemos água e eletrólitos essenciais. Portanto, manter uma boa hidratação auxilia na reposição desses fluidos, permitindo que o corpo regule eficientemente sua temperatura.

Ainda, a desidratação pode levar a uma maior susceptibilidade ao calor, causando exaustão térmica e, em casos mais graves, golpes de calor.

Apoio ao desenvolvimento físico e mental

Durante atividades ao ar livre no verão, como caminhadas, corridas ou esportes, a falta de água pode resultar em fadiga precoce, cãibras musculares e diminuição da concentração.

Ao manter uma hidratação adequada, os músculos funcionam de forma mais eficiente, a resistência é prolongada e a clareza mental é preservada. Isso é crucial para aproveitar plenamente as atividades durante a estação mais quente do ano.

Saúde renal e geral

A água desempenha um papel importante na saúde renal e no funcionamento adequado de órgãos vitais. Durante o verão, a probabilidade de formação de pedras nos rins aumenta devido à concentração de minerais na urina. A hidratação adequada dilui esses minerais, reduzindo o risco de desenvolver o problema.

Além disso, a água é essencial para funções metabólicas, digestão e transporte de nutrientes, promovendo o equilíbrio interno e a saúde geral do organismo.

Em resumo, manter uma boa hidratação no verão é mais do que apenas uma prática refrescante: é uma medida crucial para garantir o funcionamento ideal do corpo, prevenir complicações relacionadas ao calor e promover um estilo de vida saudável e ativo durante a estação mais quente do ano.

Os sinais de desidratação

Como foi possível compreender, a desidratação ocorre quando o corpo perde mais líquidos do que ingere, resultando em uma falta de água e eletrólitos essenciais. Portanto, reconhecer os sinais de desidratação é crucial para agir rapidamente e restaurar o equilíbrio hídrico.

Baixa produção de saliva

Um dos sinais mais evidentes de desidratação é a boca seca e a sensação persistente de sede. Quando o corpo está desidratado, as glândulas salivares reduzem a produção de saliva, deixando a boca seca.

Urina escura

A cor da urina também é um indicador importante do estado de hidratação. Uma urina escura e concentrada pode ser um sinal de desidratação. Além disso, a redução na frequência urinária ou a produção de pequenas quantidades de urina indicam que o corpo está conservando líquidos devido à escassez hídrica.

Sinais de fraqueza

Outros sinais de que você precisa de mais hidratação no verão é o volume sanguíneo e a pressão arterial. Quando afetados, podem acarretar tonturas e fraqueza. Se você sentir tonturas ao levantar-se ou ao realizar atividades físicas leves, pode ser um sinal de que seu corpo está desidratado.

Pele seca

Em um cenário ideal, a pele saudável é elástica e hidratada. Nesse sentido, a desidratação pode resultar em pele seca, áspera e perda de elasticidade. Um teste simples para avaliar a hidratação é beliscar levemente a pele no dorso da mão — se ela não voltar rapidamente ao normal, pode indicar desidratação.

Cansaço e confusão mental

Outra consequência da falta de hidratação no verão é a diminuição do fluxo sanguíneo para o cérebro, resultando em cansaço excessivo e confusão mental. Dificuldade de concentração e irritabilidade também podem ser sinais de desidratação.

É importante notar que a gravidade dos sintomas de desidratação pode variar. Em casos mais graves, ela pode levar a complicações sérias, como insuficiência renal e choque.

Se houver suspeita de desidratação severa, é essencial procurar atendimento médico imediatamente. Para evitar a desidratação, mantenha uma ingestão regular de líquidos, sobretudo em condições de calor intenso ou durante atividades físicas.

O foco na ingestão de líquidos no verão

É essencial consumir entre 2 e 3 litros de água por dia. Afinal, as altas temperaturas que essa estação apresenta faz com que o nosso corpo tenha uma demanda maior de líquidos, como comentamos.

Contudo, não existe uma fórmula única para todo mundo: a quantidade pode variar conforme o peso ou se a pessoa faz algum esporte, por exemplo.

Para que você consiga definir a sua quantidade de ingestão de água diária, é possível fazer um cálculo individual: multiplicar 35 ml pelo peso do seu corpo. Por exemplo: uma pessoa que pesa 55 quilos deve tomar pelo menos 1,9 litro diariamente.

Além disso, a falta de ingestão correta de líquidos traz malefícios muito característicos ao corpo, como pele seca, dor de cabeça, pressão baixa e sonolência. Por isso, sempre tenha por perto uma garrafinha de água ou um cantil para manter sua hidratação e saúde.

As dicas e os truques para manter a hidratação no verão

Além de entender a quantidade de água que precisa beber, é importante incluir frutas em suas refeições para conservar a hidratação no verão.

Nesse caso, existem opções que promovem uma sensação de saciedade e fazem com que você mantenha o foco na sua dieta. Por exemplo, laranja, morango e abacaxi são boas alternativas, que ainda promovem a ingestão de fibras, minerais e vitaminas. Confira as dicas!

Hidrate-se com misturas refrescantes

É interessante focar em certas misturas refrescantes que deixam os seus dias ainda mais marcantes. Uma sugestão agradável é a água saborizada, que pode ter ingredientes com ação termogênica e propriedades anti-inflamatórias, como gengibre, canela, manjericão e pepino.

Entre as alternativas, podemos citar a mistura entre limão, laranja e framboesa ou uma combinação de água de coco, folhas de hortelã e as frutas de sua preferência.

No entanto, evite o consumo de álcool nesse momento, uma vez que ele dificulta a produção de vasopressina, um hormônio com efeito antidiurético e vasoconstritor, deixando o indivíduo propenso a problemas de saúde.

Hidrate a sua pele com cremes e géis

Para garantir a hidratação no verão, também é importante que você não se esqueça de usar cremes e géis regularmente. Contudo, preste atenção ao seu tipo de pele e siga sempre as recomendações do seu médico. Assim, você poderá curtir esse período de uma maneira confortável e saudável.

Reforce a proteção solar

Ao reforçar a proteção solar durante os meses de verão, você não apenas protege sua pele dos raios UV prejudiciais, mas também contribui para uma hidratação mais eficaz.

Para isso, você deve escolher protetores solares que ofereçam não apenas proteção contra os danos causados pelo sol, mas também propriedades hidratantes. Optar por produtos que contenham ingredientes como ácido hialurônico ou aloe vera pode ajudar a manter a pele nutrida e minimizar a perda de umidade, especialmente em climas quentes.

Lembre-se de aplicar o protetor solar regularmente e de maneira generosa, sobretudo em áreas expostas, para garantir uma barreira eficaz contra os raios solares e manter a hidratação no verão.

Por fim, queremos convidar você a assinar nossa newsletter para receber conteúdos exclusivos sobre saúde e bem-estar diretamente em seu e-mail.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima