fbpx
reposição hormonal

Terapia de reposição hormonal: saiba o que o é e como funciona

A mulher passa por diversas fases bem características ao longo da vida. O início da menstruação e a chegada da menopausa são duas ocasiões muito importantes no universo feminino. Esses são momentos que exigem cuidado e atenção. Neste último exemplo, é recomendável a reposição hormonal.

Entre outras palavras, trata-se de um tipo de tratamento que ajuda a aliviar os principais sintomas correspondentes à chegada da menopausa. As mulheres passam por tal ocasião entre 45 e 55 anos. Em suma, é um processo natural decorrente do envelhecimento. No entanto, cada uma pode lidar com a menopausa da melhor maneira possível.

Quer enriquecer seu conhecimento sobre esse assunto? Então, continue a leitura e saiba tudo sobre reposição hormonal.

Boa leitura! 

O que é a reposição hormonal

A reposição hormonal é indicada quando o corpo para de produzir progesterona e estrogênio. Este fato ocasiona o aparecimento de sintomas bastante característicos. Por exemplo, ondas de calor, insônia, constantes alterações de humor, ressecamento vaginal, entre outros.

Existem alguns casos de depressão e também de mulheres que se queixam de dores nas relações sexuais. No entanto, isso pode variar entre as mulheres. Sobretudo, trata-se de um momento muito característico na vida de uma mulher. ´Os profissionais de saúde o classificam como período não reprodutivo.

A terapia de reposição hormonal

A mulher poderá iniciar um tratamento que permite o alívio dos sintomas causados pela menopausa. O público feminino que atinge tal faixa etária pode dar início à reposição hormonal. Ela pode ser feito através de comprimidos, géis e até com a ajuda de adesivos sobre a pele.

Atualmente, temos dois principais tipos: aquela feita com estrogênio ou a que apresenta estrogênio e progesterona. A primeira é feita pelas mulheres que retiraram o útero e a segunda por aquelas que preservam o órgão. 

Os principais benefícios da reposição hormonal

A terapia de reposição hormonal traz grandes benefícios à saúde da mulher. O procedimento ajuda a combater problemas de insônia, mudança de humor, previnem a demência e a osteoporose. Além disso, ela melhora a vida sexual da mulher. Afinal, ela soluciona o ressecamento vaginal e as dores na hora das relações sexuais. 

No entanto, existem casos de mulheres que não podem fazer a terapia de reposição hormonal.  Por exemplo, aquelas que apresentam sangramento genital, câncer de mama, lúpus ou trombose venosa profunda. Devido aos riscos em aumentar a gravidade dessas doenças. 

Os tratamentos indicados a cada sintoma

A reposição hormonal focada no ressecamento vaginal conta com a ajuda do estrogênio. A aplicação é feita diretamente na vagina. Já a terapia para combater as ondas de calor dispõe das seguintes opções: oral, vaginal ou de maneira transdérmica.

A mulher não deve esquecer de consumir as medicações que o profissional de saúde indicou para combater os sintomas. Além disso, deve promover uma grande mudança no estilo de vida. Isto é, fazer práticas esportivas, exercícios e optar por uma alimentação saudável.

Fitoterápicos

Além dos cuidados que você conheceu, é possível contar com soluções naturais, como o extrato das folhas de amora, também conhecido como um fito-hormônio, possui efeito semelhante ao estrógeno, atuando no tratamento dos sintomas neurovegetativos relacionados ao climatério como suores noturnos, calores, distúrbios do sono, nervosismo, dores de cabeça, palpitações cardíacas e ainda previne a redução da densidade óssea.
Ademais, proporciona equilíbrio no sistema endócrino, sendo recomendado para mulheres em menopausa, amenizando os sintomas do climatério e restabelecendo a libido.

Outra solução natural é o Black Cohosh. Composto de rizomas ou raízes secas contendo a cimicífuga, é considerado o fitoterápico padrão dos herboristas americanos devido a sua eficácia nos distúrbios da menopausa. Dentre suas ações está a de adstringência. Alivia calores, atrofia, ressecamento vaginal e ansiedade. Além da ação anti-inflamatória, atua como modulador seletivo dos receptores estrogênicos

Primordialmente, o tratamento terá mais efeito quando se investe em determinadas soluções. Ou seja, aquelas que contribuem para o bom funcionamento do organismo e que mantêm hábitos saudáveis durante o decorrer do seu dia. 

Por isso, não opte por dietas da moda. Sem dúvidas, elas transmitem a sensação de restrição e tiram o seu prazer de comer. Escolha alimentos nutritivos e faça substituições inteligentes, que ajudarão a manter seu foco até alcançar o resultado desejado.

Durante a leitura deste artigo, você aprendeu o que é reposição hormonal e como ela funciona. Por isso, se atente a essa faixa etária e se organize para viver essa fase da melhor maneira possível.

Quer ficar por dentro de mais dicas como essas? Então, não deixe de assinar nossa newsletter e receber conteúdos periódicos ligados a vida e saúde. E se você deseja adquirir o extrato das folhas de amora ou o Black Cohosh, clique aqui e fale com nossa equipe pelo WhatsApp. 

Comments

comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima