Qualifarma
Pesquisar
Close this search box.

Entenda o que é osteoporose e saiba como funciona o tratamento

A osteoporose é uma doença que, como o nome sugere, atinge os ossos e acomete predominantemente as mulheres a partir dos 45 anos, embora possa afetar ambos os gêneros e pessoas de diferentes idades. Quando não tratada, ela progride e pode comprometer significativamente a qualidade de vida. A boa notícia é que é possível preveni-la e também amenizar seus efeitos.

Mas afinal, o que é a osteoporose e como a doença se caracteriza e progride? Continue conosco e entenda tudo sobre o assunto, bem como os hábitos que ajudam a evitar o problema. Boa leitura!

Como se caracteriza a osteoporose?

A osteoporose é uma doença óssea de caráter sistêmico. Isso significa que ela acomete todos os ossos do corpo. O que acontece é que eles ficam mais frágeis e porosos, o que aumenta consideravelmente o risco de fraturas. A causa dessa doença é a diminuição da densidade óssea.

A saber, as células ósseas se renovam constantemente, assim como outras estruturas do corpo. Sobretudo, existem dois tipos de células envolvidos nesse processo: os osteoclastos, que atuam na absorção de minerais e, para “abrir espaço” para estes, formam cavidades no tecido ósseo; e os osteoblastos que, por sua vez, preenchem esses espaços produzindo mais tecido ósseo a partir, principalmente, do cálcio.

Então, a perda da densidade óssea começa com um desequilíbrio nas funções dos osteoclastos e dos osteoblastos. Ou seja, os osteoclastos agem mais rapidamente formando as cavidades e os osteoblastos não dão conta de preenchê-las. E isso que vai deixando os ossos porosos.

Entre as mulheres, esse desequilíbrio pode ter início a partir dos 35 anos. E, ao entrar na menopausa, esse processo se intensifica, porque a redução do hormônio estrogênio reduz a fixação do cálcio e dificulta a formação de mais tecido ósseo. Já nos homens, a testosterona ajuda a prevenir o desgaste dos ossos e é por isso que esse processo demora mais para se iniciar.

Quais são os fatores de risco?

Além do avançar da idade, existem outros fatores que podem causar ou contribuir com a doença. Por exemplo:

  • Ausência de vitamina D (já que é com ajuda dela que o cálcio é fixado nos ossos);
  • Deficiência de cálcio (por isso normalmente a suplementação é indicada);
  • Alimentação pobre em nutrientes;
  • Problemas no funcionamento da tireoide;
  • Tabagismo;
  • Alcoolismo.

Além disso, a osteoporose também é mais comum em pessoas de pele clara e com histórico familiar do problema.

É possível prevenir a osteoporose?

Essa é a melhor notícia! Sim, você pode prevenir a osteoporose através da adoção de alguns hábitos mais saudáveis, como:

  •  Praticar exercícios físicos com frequência, combinando atividades aeróbicas com aquelas que fortalecem o esqueleto e a musculatura;
  •  Tomar sol por, pelo menos, 15 minutos por dia para aumentar a produção de vitamina D. Lembre-se de fazer isso fora dos horários de maior incidência de radiação (antes das 10h e após às 16h) e sempre com filtro solar;
  •  Adotar uma alimentação rica em nutrientes;
  •  Conversar com seu médico e, se necessário, investir na suplementação de cálcio e de vitamina D para compensar a carência dessas substâncias.

Sobretudo, não deixe de fazer o seu check-up geral com frequência. Muitas pessoas só descobrem que têm osteoporose depois de uma queda, com ossos já fraturados. É possível evitar chegar a esse estágio.

Para uma leitura complementar, escrevemos um artigo com dicas para ter mais saúde na terceira idade. Clique aqui! 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima