Qualifarma
Pesquisar
Close this search box.

Você sabe o que é insolação? Entenda o conceito, como identificar e tratar

O período do verão tem a característica de atrair um grande número de pessoas que desejam aproveitar as férias durante várias experiências aquáticas. Sejam em piscinas, praias, cachoeiras e demais ambientes em que elas possam ter uma presença solar maior. Entretanto, elas não podem se esquecer do grande problema que é a insolação.

Como bem sabemos, também existem muitos esportes que são realizados preferencialmente em dias ensolarados. Logo, boa parte da população aproveita essa oportunidade para praticá-los. Ao passo que as atividades ajudam na busca por um equilíbrio entre o corpo e a mente, principalmente quando é essencial manter hábitos saudáveis mesmo no período das férias.

No entanto, a exposição incorreta ao sol causa grandes malefícios à pele e ao organismo, que pode sofrer consequências bem características da insolação. Por isso, continue conosco e veja como identificar e o que fazer para aliviar os sintomas.

O que é insolação?

Normalmente, essa é uma condição muito presente no verão. Acontece quando o indivíduo tem a temperatura do corpo desregulada devido à exposição excessiva ao sol, ultrapassando os 40°C. Neste caso, é bom lembrar que a temperatura normal do corpo fica entre 36,5 e 37 graus Celsius.

Diante desse fator, aliado à incidência de raios UVA e UVB, o indivíduo configura um diagnóstico de insolação. Logo, o mecanismo de transpiração falha e o corpo não consegue se resfriar. Portanto, é muito importante tentar baixar a temperatura, mas que esse processo seja de maneira vagarosa e, se possível, procurar um profissional de saúde para orientar com mais precisão.

Quais os principais sintomas associados à insolação?

Além da vermelhidão na pele, o corpo que sofre de insolação tem características bastante marcantes. Geralmente, a pele fica muito seca e em uma temperatura elevada. Não apresenta suor, mas as pessoas costumam ficar pálidas neste momento. 

Aliado a isso, elas também apresentam tontura, náuseas, confusão mental, dificuldade em respirar e há uma grande possibilidade de desmaio. A hidratação intravenosa é uma das principais formas de tratamento. Com isso, o atendimento médico é essencial para que o quadro não evolua ou alguém recomende uma prática que piore a condição do indivíduo.

O que pode ser feito para aliviar esses sintomas?

Certamente, a pessoa que sofre insolação fica com uma sensação de fraqueza e indisposição. Por isso, é interessante focar no bem-estar dela nesse momento. Alguns desses ambientes que citamos anteriormente, nem sempre têm hospitais e clínicas por perto. Ainda mais os que ficam distantes da área urbana.

Portanto, quem estiver perto da pessoa que apresenta sintomas de insolação, pode ajudar de uma maneira correta. Para isso, evite a aglomeração ao redor dela, uma vez que isso pode provocar uma sensação de sufocamento.

Na intenção de baixar a temperatura corporal, faça com que ela ingira água e sucos frescos. Nunca ofereça cerveja ou demais bebidas alcoólicas, pois elas pioram os sintomas. Ademais, você pode deixá-la em um ambiente ventilado, em repouso, com a cabeça elevada e com poucas peças de roupa.

Além disso, se possível, deve-se borrifar água fria em todo o corpo delicadamente. Também podem ser aplicadas compressas de água fria na testa, no pescoço, nas axilas e virilhas. Afinal, essas práticas ajudam a normalizar a temperatura corporal e resgatar o bem-estar da pessoa.

Essas foram as nossas dicas, mas para se prevenir desses sintomas, não se esqueça de contar sempre com o protetor solar, beber bastante água e não abusar da exposição ao sol. Assim, você evita a insolação e aproveita o verão com total respeito à sua saúde.

Você sabia que existem vários tipos de protetores? Conheça no nosso artigo 5 tipos de protetor solar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima