Qualifarma
Pesquisar
Close this search box.

Tipos de ansiedade: saiba quais são e conheça seus sintomas

A ansiedade é uma resposta natural do organismo. É um sentimento instintivo que nos ajudar a enfrentar situações de perigo, planejar nossas ações e nos instiga a alcançar objetivos. O que determinará se a pessoa sofre de distúrbios psicológicos por conta da ansiedade, são as condições e efeitos que ela causa. Dessa maneira, os tipos de ansiedade são fatores determinantes para que se chegue a um diagnóstico preciso.

Sobretudo, quem sofre com ansiedade tem uma excessiva preocupação e medo de não ter controle sobre os acontecimentos. Um tipo de “alerta” é disparado no cérebro para ajudar o indivíduo a criar estratégias para solucionar situações de desconforto. Mas, sem saber como lidar com isso, o corpo reage.

Entretanto, as formas de reação não são iguais. Cada pessoa pode experimentar tipos de ansiedade que levam a determinados comportamentos. Dessa forma, são transtornos com aspectos únicos. Para se ter uma ideia, o Manual de Diagnóstico e Estatísticas de Transtornos Mentais, feito pela Associação Americana de Psiquiatria, reúne 9 tipos de ansiedade. 

Continue a leitura e conheça os tipos mais comuns dessa condição.

CAUSAS DA ANSIEDADE

Por ser um sentimento, a ansiedade está ligada às emoções do indivíduo. Dessa maneira, podendo gerar preocupação excessiva e estresse. Pode ser desencadeada após um evento traumático. Sua orgiem pode estar ligada também ao histórico familiar ou ainda, traumas intrauterinos. No entanto, também pode ser fruto de múltiplos fatores associados. 

SINTOMAS DE ANSIEDADE

Como resultado, pessoas que têm ansiedade costumam apresentar palpitações cardíacas, suor excessivo, tremores no corpo, tontura, dor no peito e cabeça, tensão muscular e náuseas. Portanto, são sintomas físicos e psicológicos associados. Contudo, a ansiedade pode ser desencadeada de forma repentina e passa a atrapalhar a rotina. 

TIPOS DE ANSIEDADE

Confira abaixo alguns dos tipos de ansiedade mais comuns, podendo o indivíduo sofrer de vários tipos ao mesmo tempo.

ANSIEDADE GENERALIZADA

Conhecida também como transtorno de ansiedade generalizada (TAG), se manifesta por meio da preocupação excessiva com diversos aspectos da vida. Dessa forma, há uma contínua preocupação sem uma motivação específica. Quem experimenta TAG, tem inquietação, cansaço, falta de concentração, tensão muscular, fadiga e irritabilidade. 

FOBIA SOCIAL

A maioria das pessoas possuem um certo nível de timidez e desconforto ao falar em público. Entretanto, a fobia social ocorre quando há uma timidez intensa, sendo capaz de até de tornar a socialização com os amigos difícil. Dessa maneira, pessoas com fobia social encaram situações sociais como dolorosas e angustiantes.

Sendo assim, o medo de ser julgado, comentado e observado resulta na necessidade de evitar ao máximo qualquer situação social. Ou seja, é mais do que apenas timidez e chega a atrapalhar a vida do indivíduo.

TRANSTORNO DE PÂNICO

Caracterizado por ataques de pânico recorrentes e medo de acontecimentos, o transtorno de pânico costuma durar meia hora. Seus sintomas podem ser confundidos com princípio de infarto. Veja quais são:

  • sudorese excessiva;
  • tonturas;
  • calafrios;
  • batimentos acelerados;
  • dor no peito ou no estômago;
  • falta de ar;
  • sensações de formigamento;
  • medo de perder o controle ou morrer.

Embora o transtorno de pânico seja uma situação pontual, não existem situações específicas que desencadeiam os sintomas. É importante a ajuda em caso de ataques de pânico, conduzindo o indivíduo para atendimento médico.

TRANSTORNO OBSESSIVO COMPULSIVO (TOC)

Um dos tipos de ansiedade mais conhecidos, o TOC, se manifesta por ações repetitivas ou rituais compulsivos. 

Essa preocupação obsessiva ou necessidade por realizar uma ação, pode ser destrutiva para o portador desse transtorno, privando-o do convívio social. Como exemplo, alguns tipos de TOC estão relacionados à limpeza excessiva, à organização, a executar determinada ação repetidas e infindáveis vezes. 

Por fim, lembramos que o indivíduo pode sofrer com mais de um tipo de ansiedade e que identificá-los é essencial. A ajuda médica nesses casos é imprescindível para uma vida mais saudável. Por isso, o reconhecimento das causas da ansiedade e o enfrentamento do problema são importantes. E até existem soluções naturais de tratamento, como os calmantes naturais.

Como comentamos, o estresse pode estar envolvido com a ansiedade. Por isso, reconhecer os primeiros sinais do estresse, ajuda a combater a ansiedade. Clique aqui para saber mais!

Referências: Ansiedade e Pânico, A Mente Maravilhosa e Uol

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima