Qualifarma
Pesquisar
Close this search box.

Como combater a falta de concentração na rotina?

Nunca estivemos tão conectados, assim como distraídos. A falta de concentração, seja no trabalho, na escola, na dissertação da faculdade, está presente em nossas vidas de diversas maneiras. Entre os fatores que acabam causando distração e, consequentemente a falta de concentração, estão as mensagens no celular, os aplicativos e redes sociais, que aparecem como “vilões” e roubam a nossa atenção com frequência.

Da mesma maneira, a falta de concentração também pode ser um sinal do corpo. Ele está cansado e precisa de uma folga para conseguir se concentrar novamente. Aliás, esse esgotamento pode ser exclusivamente mental. Problemas de relacionamentos com colegas de trabalho ou pessoais, podem deixar a mente saturada e focada nessas divergências.

Sendo assim, encontrar maneiras para combater esse mal é uma forma de ter uma vida mais organizada e saudável. Lidar com responsabilidades e definir as prioridades da sua rotina, ajudam a manter a concentração nas metas que deseja cumprir. Mas, o que acontece quando não se consegue esse equilíbrio?

CONSEQUÊNCIAS DA FALTA DE CONCENTRAÇÃO

É possível imaginar que se distrair ao longo do dia não traz muitos prejuízos. Até certo ponto, a distração é comum e natural. Entretanto, é quando ela traz consequências que o problema pode ser visto de maneira mais séria. 

No trabalho, a falta de concentração pode ser um erro crucial que pode afetar a carreira do indivíduo. A queda no desempenho também pode ser observada em outros ambientes que exigem atenção, como o acadêmico. Dessa maneira, esses constantes erros podem levar à falta de organização, problemas de relacionamento, isolamento, hábito de adiar tarefas difíceis, inquietação e até depressão. Portanto, é importante colocar em prática estratégias para que o quadro não evolua de forma mais grave. 

COMO MELHORAR A CONCENTRAÇÃO

Diversos fatores podem afetar o nível de atenção de uma pessoa. Dessa maneira, existem diferentes abordagens para combater a falta de concentração. O ideal é avaliar qual delas se adapta melhor à rotina da pessoa e às condições nas quais ele se encontra.

ENCONTRE UM AMBIENTE COM MÍNIMAS DISTRAÇÕES

Muitas vezes, a simples mudança de ambiente e a criação de regras pode surtir efeitos positivos. Por exemplo, ambientes que ofereçam sensação de calma, sem barulhos e confortáveis já incentivam a produtividade. Aliado à isso, é possível ter a delimitação de horários para descanso ou para responder mensagens no celular

PRATIQUE EXERCÍCIOS FÍSICOS

Fazer atividades aeróbicas aumentam a concentração e a capacidade de processar informações com rapidez. Isso devido a um estímulo cognitivo que os exercícios físicos causam no cérebro. Além disso, os músculos ficam mais relaxados e a pessoa se torna mais saudável. 

ESTEJA ALIMENTADO E HIDRATADO

Concentrar-se exige energia do corpo. Por isso, é importante ter algo no estômago para que o organismo consiga se manter alerta durante as horas que exigem sua atenção. Ao mesmo tempo, beber água é fundamental. Pesquisas mostraram que uma boa hidratação permite que se realizem tarefas de maneira mais ágil.

ESTIMULE A SUA MEMÓRIA

A falta de concentração também pode ser combatida com práticas de memorização. Ela pode ser um processo de lembrar frases, citações e poemas. Além de melhorar o vocabulário, a pessoa “exercita” o cérebro. 

DIVIDA AS TAREFAS GRANDES

Um grande projeto pode ser assustador no primeiro momento. E conseguir enxergar a melhor maneira de se realizar essa tarefa é um desafio. Sendo assim, a saída pode ser dividir o processo em pequenas tarefas até a finalização da tarefa em total. Dessa forma, será mais fácil se concentrar no mais prático sem que isso seja desgastante.

Com as dicas acima, é hora de manter o foco! Adote as medidas aos poucos para que a adaptação seja mais fácil. Além disso, lembre-se de estar atento aos sinais do seu corpo e descanse quando necessário.

Você tem alguma dica para combater a falta de concentração? Conte pra gente nos comentários!

Referências: Época Negócios, Exame e Revista Galileu

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima