Qualifarma
Pesquisar
Close this search box.

Estrias na gravidez: por que surgem, como prevenir e tratar

O corpo da mulher passa por muitas mudanças enquanto ela está grávida. Afinal, são diversas transformações que ocorrem durante o desenvolvimento do bebê, que afetam diferentes partes corporais em seu formato ou aspecto. Nisso, os cuidados precisam se dividir entre o pequeno e a mãe para evitar problemas como o surgimento de estrias na gravidez.

Inegavelmente, esse costuma ser um dos momentos mais radiantes da vida de uma mulher. A preocupação com o filho se inicia bem antes da gestação e perdura para o resto da vida. Mas é importante lembrar que a mãe também precisa ter precauções diárias com ela mesma, a fim de manter seu bem-estar e o equilíbrio entre a mente e o corpo.

Sabendo disso, vamos mostrar agora algumas sugestões que visam evitar ou diminuir as estrias na gravidez e promover a saúde da sua pele. Continue a leitura e saiba tudo!

Por que surgem estrias na gravidez?

As estrias são lesões causadas pelo estiramento em excesso da pele, geralmente devido a alterações de peso. Apesar de aparecerem com frequência em casos de efeitos colaterais no consumo de medicamentos ou em momentos de alteração hormonal na adolescência, o surgimento de estrias na gravidez é bastante comum. Isso porque o bebê começa a ganhar mais peso após a chegada da 25ª semana.

Consequentemente, ocorre a formação de gordura e estiramento da pele em regiões que mais se alteram de proporção nas mães, ou seja, mamas, barriga e coxas. Então, nos próximos 105 dias é possível focar em algumas soluções que evitam a alteração do aspecto da pele.

Entretanto, é essencial consultar um médico de sua confiança para não usar medicamentos e soluções que geram efeitos colaterais nocivos ao bebê ou à própria mãe.

Como prevenir estrias na gravidez?

O consumo excessivo de álcool e cigarro nesse período é bastante nocivo e pode até gerar transtornos à criança, como é o caso do TDAH. Diante disso, a alimentação e os hábitos saudáveis são bastante válidos para passar pela gravidez de maneira tranquila e com foco no bem-estar de mãe e bebê. Veja outras dicas a seguir!

Alimentação rica em vitamina C e E

Primeiramente, a mãe precisa seguir uma dieta equilibrada. Para evitar estrias na gravidez, é possível focar no consumo de alimentos ricos em vitamina E e C. Por exemplo, ameixa seca, abacate, azeite, kiwi, morango e melancia, tudo nas proporções recomendadas pelo seu nutricionista.

Hidratação (interna e externa)

Atualmente, existem cremes hidratantes que podem ser manipulados com ativos que trazem melhor qualidade de vida às mulheres, como a vitamina E. Eles ajudam a manter a saúde e beleza da pele e propõem resultados que melhoram sua autoestima. Além disso, tenha um consumo adequado de água diariamente.

Uso de óleos

Além dos cremes hidratantes, foque também no uso de óleos corporais ricos em vitamina E, C e A. Os óleos vegetais contribuem muito na sua rotina de cuidados pessoais, estimulando a produção de colágeno, elasticidade da pele e renovação celular. São alguns exemplos os óleos de semente de uva, rosa-mosqueta e amêndoas.

Evitar banhos quentes

Independentemente da estação do ano, o excesso de banhos quentes pode prejudicar a formação da barreira de proteção da pele. Aliado a isso, a mulher também fica mais propensa a ter formação de estrias na gravidez. Por isso, prefira banhos frios ou mornos.

Por último, para tratar as estrias que se formaram, alguns procedimentos podem ser feitos após a gravidez, como uso de laser, microagulhamento e peelling. No entanto, recomendamos visitar o seu dermatologista de confiança para que ele possa dar as devidas orientações com atenção à sua saúde. Mas seguindo todas as dicas do nosso post, você pode evitar e tratar as estrias na gravidez.

Gostou do nosso conteúdo? Ajude outras pessoas a evitar ou resolver esse problema! Compartilhe agora mesmo o artigo nas suas redes sociais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima