fbpx
como melhorar a alimentação

Como melhorar a alimentação? Veja 7 dicas valiosas!

Uma boa alimentação reflete em uma boa qualidade de vida. Segundo nutricionistas, o segredo de como melhorar a alimentação está em encontrar o equilíbrio. Isso consiste em consumir os nutrientes necessários em quantidades adequadas. Como efeito, o organismo funciona melhor e o indivíduo mantém a boa forma ou até mesmo, pode perder peso.

Com mais informações disponíveis sobre uma alimentação saudável, mais pessoas têm buscado melhorar suas escolhas diárias. Exemplo disso é o crescimento do setor de alimentos orgânicos no Brasil, que em média cresce 20% por ano. E a variedade também cresce, desde alimentos até roupas e acessórios. Assim, quem consome alimentos orgânicos, evita a ingestão de substâncias químicas e tóxicas. 

Além disso, saber como melhorar a alimentação proporciona uma vida mais longa. Assim como também previne doenças e melhora diversos aspectos do organismo. Entre eles, o humor, a disposição e energia, maior facilidade para aprender e sensação de bem-estar. Outro benefício é ao dormir, ou seja, a alimentação funciona como uma opção natural para melhorar a qualidade do sono. Então, veja nossas dicas para melhorar a alimentação!

CONSUMIR ÁGUA

Muitas pessoas passam o dia todo sem sequer beber um copo de água. O consumo do líquido melhora o funcionamento do corpo, elimina toxinas e diminui a pressão. Portanto, o ideal é consumir no mínimo 10 copos ao dia.

EVITAR LONGOS PERÍODOS DE JEJUM

É recomendável se alimentar em pequenas quantidades e mais vezes ao dia. Uma sugestão é: café da manhã, almoço, um lanche leve à tarde (frutas e castanhas, por exemplo), jantar e ceia (chás, por exemplo). O intervalo entre as refeições deve ser de no mínimo 2 horas. 

INCLUIR HORTALIÇAS E FRUTAS

Essa dupla deve estar diariamente na alimentação. As hortaliças e frutas devem ser consumidas em pelo menos 5 porções diárias cada. Uma boa ideia é incluir as hortaliças nas refeições principais e as frutas nos lanches da tarde.

CONSUMIR FIBRAS

Existe uma grande variedade de fibras que podem ser adicionadas a diferentes pratos do dia. São elas: a linhaça, sementes, chia, aveia, gergelim e amaranto. Duas colheres de sopa delas já é o suficiente para o dia. Aliás, as fibras também desempenham função importante para o corpo. Melhoram o funcionamento do intestino, aumentam a saciedade, eliminam toxinas e até ajudam a absorver o açúcar presente no organismo.

REDUZIR O CONSUMO DE SÓDIO E AÇÚCAR

O excesso de sal na alimentação diária pode causar problemas leves e até doenças graves. Para quem sofre de hipertensão, o sódio é o grande vilão. Uma boa opção é usar mais temperos caseiros, como alho, cebola e ervas. Portanto, os temperos industrializados devem ser evitados.

Quanto ao açúcar, é preciso estar atento. Ele está “embutido” nas massas e carboidratos, assim como nos refrigerantes, doces e balas. Dessa maneira, sua ingestão deve ser baixa e balanceada. Outra dica é substituir o açúcar refinado por açúcar de coco, xilitol ou melado.

DIMINUIR AS PORÇÕES

Como já falamos, comer em pequenas quantidades e em intervalos adequados faz bem para a saúde. Sendo assim, a dica é diminuir as porções das refeições feitas ao longo do dia. Use esta estratégia: diminua o tamanho dos pratos, talheres e copos. Assim, a alimentação será mais lenta e logo o corpo se sentirá satisfeito.

INCLUIR GORDURAS SAUDÁVEIS NA ALIMENTAÇÃO

Existem diversos tipos de alimentos que contém gorduras saudáveis e necessárias para a alimentação. Podemos citar o abacate, ovo, azeite de oliva, castanhas, salmão, atum, azeitona e muitas outros. Entretanto, o consumo de gorduras boas deve ser moderado.

Aliados a uma alimentação saudável, a prática de exercícios e bons hábitos auxiliam na manutenção de uma boa saúde.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão, a gente responde! Deixe nos comentários!

Referências: Beleza e Saúde

Comments

comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima