Qualifarma
Pesquisar
Close this search box.

Entenda o que é celulite bacteriana e as formas de tratamento

Os problemas estéticos mexem muito com a autoestima das pessoas. Dito isso, alguns indivíduos encaram a celulite apenas como um aspecto desfavorável na pele. No entanto, se não receber o tratamento correto, alguns tipos podem trazer complicações mais sérias e até causar a morte. É o caso da celulite bacteriana, uma infecção grave que precisa de tratamento o mais breve possível.

O processo ocorre quando bactérias conseguem adentrar e infectar as camadas mais profundas da pele. Desse modo, causam bastante desconforto e mal-estar no paciente. Por isso, é preciso diferenciá-la da celulite popularmente conhecida e saber quais são as formas de tratamentos.

Para ajudar você a entender o assunto, veja a seguir informações relevantes que vão te deixar alerta. Boa leiutra!

Quais as características da celulite bacteriana

A celulite mais comum se forma devido ao acúmulo de toxinas, água e gordura no interior das células. Assim, ocasiona a inflamação do tecido celular. Então, a pessoa fica com marcas bastante características na região das nádegas, dos braços, da barriga e das coxas.

No entanto, a celulite bacteriana, ou infecciosa, é bem diferente. Como falamos, bactérias penetram na pele e promovem uma infecção. A entrada ocorre por meio de feridas, cortes, bolhas ou até através das micoses da pele.

Além disso, é necessário diferenciá-la da erisipela, uma infecção na camada superficial da pele que aparece de maneira recorrente nos membros inferiores do corpo. Apesar de os sintomas serem parecidos, a erisipela tem sua identificação mais fácil, já que provoca manchas pequenas.

E os principais sintomas da celulite bacteriana?

O paciente com celulite bacteriana apresenta vermelhidão da pele, inchaço e dor na região. Além disso, ele pode apresentar muita febre e mal-estar. Por ser difícil identificar o tecido infectado, é necessário contar com a ajuda de um dermatologista para dar início ao tratamento.

Como se dá o tratamento?


Através do uso de antibióticos, quem tem celulite bacteriana passa por um tratamento que costuma durar entre 7 a 21 dias. Nesse período, o médico faz uma análise para observar a situação das manchas. Caso a vermelhidão persista, o medicamento é alterado.

Há casos em que é necessário internação para que ocorra um melhor monitoramento do paciente. É comum que a pessoa leve 10 dias até se recuperar dessa condição. De todo modo, ela não costuma deixar sequelas.

O que fazer para se prevenir?

A celulite bacteriana não deixa sequelas, mas é interessante se prevenir para não passar por esse desconforto. Por isso, caso apareça um ferimento na pele, não se esqueça de higienizá-lo com água e sabão no mesmo instante que identificá-lo em qualquer parte do seu corpo.

Dito isso, procure trocar o curativo em intervalos regulares e deixe a região sempre limpa. Em casos de dermatite, é essencial iniciar um tratamento com dermatologista.

Por fim, é importante deixar a pele bem hidratada, beber bastante água e investir em uma boa alimentação. Assim, é possível inibir os malefícios causados pela pele seca ou irritada.

Neste artigo, você aprendeu o que é celulite bacteriana e quais são os seus principais sintomas. Por isso, use essas informações para se prevenir e, caso essa situação aconteça, não hesite em procurar um médico e iniciar o tratamento.

Quer ter acesso a mais informações como estas? Então, se inscreva em nossa newsletter para acompanhar assuntos relacionados a sua saúde e bem-estar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima