fbpx
substituição de alimentos

Saiba como fazer substituições alimentares inteligentes em prol da sua saúde e boa forma

Quem está buscando uma redução de peso precisa saber que a escolha de nutrientes faz toda a diferença nos resultados. Por isso, é importante realizar a substituição de alimentos para ter mais disposição e qualidade de vida.

Manter uma alimentação balanceada traz saciedade e ajuda a fugir das tentações do dia a dia. Além de controlar o peso, uma boa nutrição equilibra os níveis de colesterol, triglicérides e glicose. Inclusive, isso reduz os riscos de desenvolver diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares, entre outras.

Como os alimentos são divididos em grupos devido à composição nutritiva, as trocas devem ser realizadas na mesma classe, respeitando as quantidades. Sendo assim, que tal analisar o seu cardápio e aprender quais são as melhores substituições para comer de forma prazerosa e sem culpa? Confira nossas dicas!

Veja o que é substituição alimentar e porque a prática é benéfica

A reeducação alimentar pode parecer difícil, mas não é. Ela exigirá de você organização, disciplina e auxílio de um profissional, caso sinta necessidade. Todavia, ao fazer a substituição dos alimentos, suas escolhas tornam-se mais fáceis, bem como quantidade, qualidade e horário. Você também terá maior oferta com as mesmas características de calorias, macro e micronutrientes, podendo variar o cardápio.

Confira alguns exemplos de substituição de alimentos

Na verdade, cortar certos alimentos não quer dizer que você nunca mais poderá comê-los. Pelo contrário, você poderá fazê-lo ocasionalmente, pois é relevante preferir aqueles mais saudáveis aos prejudiciais. Afinal, seu organismo vai agradecer. Veja a seguir como realizar a substituição de maneira fácil.

Evite a farinha branca

Para começar, é indicado evitar o quanto puder a ingestão de biscoitos recheados, salgadinhos, pães e massas que são fabricados de farinha branca. Ela eleva a glicemia na hora da digestão, gerando ganho de peso. Assim, prefira aqueles que são integrais, porque a glicose é liberada devagar evitando o aumento do tecido adiposo.

Opte por gorduras mais saudáveis

Sabe aquela gordura da picanha no churrasco? Então, não pode comer. As carnes vermelhas, geralmente, são mais gordurosas. Dessa maneira, troque por um patinho, lagarto, colchão mole, alcatra ou frango. Se for peixe, melhor ainda, porque ele tem muito ômega 3. Entre as opções, por exemplo, existe a sardinha, o atum, a cavalinha etc. Essas gorduras são do bem e equilibram o colesterol.

Evite o açúcar adicionado

Escolha suco natural sem açúcar ou água ao invés de refrigerantes. Contudo, beba em pouca quantidade — 200ml são suficientes — para não prejudicar o suco gástrico na digestão. Inclusive, substitua o doce da sobremesa por fruta, moderadamente, para que ela reduza o açúcar e a gordura da refeição.

Troque temperos prontos por ervas

Os temperos prontos realçam o sabor dos alimentos. Entretanto, você pode evitá-los inserindo ervas aromáticas ou desidratadas, molhos à base de frutas, cebola roxa, alho, cheiro verde e outros. Isso também ajudará a diminuir a quantidade de sal.

Beba leite desnatado ou semidesnatado

Pode parecer estranho no começo, mas logo você se acostuma com o sabor do leite desnatado ou semidesnatado. Esses produtos trazem pouca gordura em sua composição e são indicados para quem tem colesterol alto ou está fazendo regime para perder peso.

Agora que você aprendeu a fazer a substituição de alimentos, realize suas refeições nas seguintes proporções:

  • 50% de salada;
  • 15% de proteína;
  • 20% de carboidrato;
  • 15% de leguminosa.

No entanto, para a sobremesa coma uma porção de fruta, por exemplo, banana, pera, laranja, maçã ou pêssego.

Ativos naturais

Além da substituição inteligente de alimentos, é possível contar com ingredientes naturais no combate à compulsão alimentar. Eles são capazes de promover saciedade e oferecem outros benefícios ao organismo.

Por exemplo, o Saffrin, produzido através extrato verdadeiro do açafrão. O ativo auxilia na perda de peso associado com o controle da saciedade, redução do estresse, diminuição da ansiedade e dos sintomas da depressão pela inibição da recaptação de Serotonina, que é um neurotransmissor responsável por regular o sono, apetite e o humor.

Temos também como exemplo também o Serenzo, nutracêutico obtido através da casca de uma espécie de laranja doce. Por ajudar a devolver o equilíbrio emocional e atuar diretamente na ansiedade gerada pelos altos níveis de cortisol, Serenzo também diminui a compulsão alimentar.

Ficou interessado em saber mais sobre alimentação saudável? Clique aqui para falar com nossa equipe sobre os nutracêuticos abordados neste artigo.

Comments

comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima