Qualifarma
Pesquisar
Close this search box.

Entenda de vez como acontece a perda de massa muscular

A manutenção do nosso corpo depende de uma alimentação balanceada e a prática de exercícios físicos. Ao contrário disso, alguns hábitos cotidianos não colaboram para um bom gerenciamento de peso, causando, por exemplo, a perda de massa muscular.

Normalmente, as pessoas associam essa condição com a chegada da terceira idade. Porém, ela pode ocorrer também em pessoas mais jovens por meio de outros comportamentos que não auxiliam nossa busca por uma qualidade de vida diária.

Sob esse ponto de vista, é importante conhecê-los com antecedência e fazer o possível para provocar mudanças que tragam um impacto positivo no dia a dia. Por isso, continue conosco e saiba como ocorre o processo de perda de massa e o que contribui para isso.

O processo de ganho e perda de músculos

Sem dúvidas, os exercícios diários e as atividades físicas estimulam o fortalecimento dos músculos e trazem muitos benefícios ao nosso corpo. Afinal, eles previnem o aparecimento de diabetes tipo 2, hipertensão e o surgimento de problemas no sistema ósseo. Entretanto, a terceira idade impede que esse ganho de massa magra aconteça.

De modo geral, o envelhecimento colabora para a perda de massa muscular. Esse é um processo bastante natural com o decorrer da idade devido às alterações hormonais e presença de certas doenças que surgem nesse período. Além disso, a redução de mobilidade afeta o desenvolvimento dos músculos.

A diminuição da potência muscular também provoca fadiga, fraquezas e outras consequências que precisam de um tratamento adequado. Dito isso, é essencial procurar um médico e, ao receber o diagnóstico, tratar-se conforme as suas necessidades de recuperação. Vale ressaltar, então, que não é indicado se automedicar ou seguir a receita de outra pessoa.

Fatores que favorecem o processo de perda de massa muscular

Como falamos, não é só a chegada da velhice que promove a perda de massa muscular. De fato, outros hábitos cotidianos fazem com que isso aconteça. Portanto, veja abaixo alguns exemplos.

Sedentarismo

O ganho de músculos precisa de estímulos, ou seja, a prática de esportes e demais atividades que promovam a movimentação do corpo. Por isso, agir de maneira contrária provoca a perda de massa muscular.

Consumo de álcool em excesso

Além do sedentarismo, o consumo de álcool em excesso traz más consequências ao corpo. Por exemplo, gastrite, alterações cerebrais, disfunção renal e a perda de massa muscular. Da mesma forma, o tabagismo prejudica as fibras musculares e traz outros malefícios ao organismo.

Sono irregular

A qualidade do sono é muito importante para o equilíbrio da mente e do corpo. Caso contrário, o tecido muscular não se renova corretamente e promove a perda de massa muscular. Saiba que é durante as noites bem dormidas que são liberados os hormônios de crescimento, acontecendo a sintetização das proteínas.

Uso de remédios

De modo geral, é necessário o consentimento dos médicos antes de iniciar ou finalizar qualquer medicação. Afinal, alguns remédios podem contribuir para a perda de massa muscular. Além disso, o uso de forma inadequada pode colocar o paciente em quadro de dor crônica, alergia e prejuízo no funcionamento dos órgãos.

Por último, queremos alertar que é importante agir de maneira contrária a esses comportamentos para manter uma boa massa muscular. Dito isso, procure consumir mais proteínas, dar prioridade à presença de frutas na alimentação e beber água regularmente. Além disso, pratique alguma atividade física e durma bem. Assim, você evita esse problema de perda de massa muscular.

Gostou deste conteúdo? Então, não deixe de assinar nossa newsletter e receber dicas inéditas sobre saúde e bem-estar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima